4 vantagens de utilizar a cultura DevOps

Confira as carreiras em TI que serão destaque em 2019
14/03/2019

4 vantagens de utilizar a cultura DevOps

Em um mundo cada vez mais dependente da tecnologia, e com o surgimento de novas ferramentas e soluções a cada dia, a área de TI deve deixar de ser, em muitas empresas, um departamento puramente operacional para se tornar parte das estratégias de crescimento corporativo.

E, para atender à demanda do mercado por resultados cada vez mais ágeis, eficazes e com uma ocorrência cada vez menor de falhas, entra em cena a cultura DevOps, trazendo vantagens para os processos das diferentes áreas das organizações dos mais diversos segmentos.

E você, já conhece os benefícios de adotar as práticas DevOps para os seus negócios? Sabe como elas podem contribuir para melhorar a produtividade das equipes e o andamento dos projetos? Então, continue a leitura e descubra mais sobre o assunto em nosso artigo!

O que é DevOps?

Antes de listarmos as vantagens que a implantação de uma cultura DevOps pode trazer, é importante compreender o conceito desse movimento tão importante para a tecnologia da informação na atualidade.

De forma resumida, podemos definir DevOps como a integração das áreas de desenvolvimento e de operações em TI, garantindo uma otimização no andamento dos processos, bem como a redução dos atrasos e no volume de retrabalhos.

Por meio da utilização de softwares de alta performance adequados às necessidades de cada perfil de negócio é possível aumentar, também, o índice de projetos implantados, com maior rendimento dos colaboradores e custos reduzidos.

Agora que já temos uma visão geral do conceito de DevOps, que tal conhecermos os benefícios que essa cultura pode trazer?

Quais são as vantagens de adotar práticas DevOps?

Neste tópico, vamos listar 4 potencialidades de DevOps e falar de forma mais aprofundada sobre cada uma dessas qualidades. Confira!

1. Processos automatizados e mais simplificados

Embora, à primeira vista, essa mudança possa trazer preocupações sobre a possibilidade de redução das equipes — ou da substituição de mão de obra qualificada por máquinas e robôs —, a verdade é que a automatização dos diversos processos e metodologias acaba por ser um aspecto positivo também para o capital humano das empresas.

Na prática, a tecnologia deve estar à disposição dos colaboradores como uma ferramenta para facilitar suas atividades, aumentando o seu controle sobre elas e, consequentemente, reduzindo o tempo de entrega e ampliando a qualidade dos serviços executados.

Além disso, com a implantação de processos automatizados as tarefas são executadas mais rapidamente com menor ocorrência de imprevistos, reduzindo o retrabalho e otimizando as horas de trabalho de forma que as equipes possam se dedicar a ações diferenciadas, como:

  • implantação de melhorias nos processos existentes;
  • adoção de ferramentas diferenciadas para a realização dos projetos com mais eficiência;
  • criação de procedimentos que reduzam ainda mais o tempo gasto em determinadas atividades;
  • desenvolvimento de inovações para aumentar a qualidade dos produtos finais.

Com mais tempo hábil, as empresas também podem investir em iniciativas de treinamento e capacitação para seus colaboradores, criando times ainda mais qualificados e preparados para atender às demandas mais atuais do mercado.

2. Integração entre as equipes

Ao integrar os segmentos de desenvolvimento e operações, é muito importante que as equipes adotem um sistema de comunicação eficiente, garantindo que todos estejam alinhados com os processos adotados.

Como resultado dessa cultura de multidisciplinaridade e aproximação dos colaboradores de diferentes departamentos, podemos observar um aumento dos feedbacks construtivos e uma maior participação dos profissionais nos processos — do planejamento à implantação.

Tudo isso, impacta positivamente no rendimento dos projetos em todos os seus ciclos, inclusive no retorno por parte dos clientes, que terão um aumento no padrão de qualidade dos trabalhos finais.

3. Mais produtividade X menos custos

A união dos dois benefícios que apresentamos acima tem entre seus resultados as vantagens que vamos destacar mais especificamente nesse tópico do artigo: o aumento da produtividade e a redução dos custos na execução dos processos.

Com a adoção de uma cultura DevOps e a automatização dos sistemas, as barreiras entre os departamentos são quebradas, transformando as estruturas convencionais e aproximando as equipes, o que possibilita um gerenciamento integrado das áreas, aumentando a eficácia dos fluxos de trabalho.

Todas essas mudanças, quando somadas, permitem uma visão geral do progresso de todos os setores, agilizando os processos e reduzindo riscos, o que, por sua vez, também diminui os custos com a correção de falhas e retrabalhos.

Por fim, com entregas mais rápidas e processos otimizados, há uma melhoria palpável do clima organizacional, aumentando a motivação e trazendo melhorias também para o valor do negócio.

4. Expansão dos negócios

Falando em valorização do negócio, o movimento DevOps é uma ferramenta fundamental para a criação de uma infraestrutura que permita às empresas investir na expansão de suas operações.

Afinal, o aumento da qualidade dos produtos desenvolvidos e a agilidade nas entregas pode abrir boas possibilidades para que a companhia garanta mais visibilidade no mercado e amplie o seu potencial competitivo frente à concorrência.

Mas, como implantar uma cultura DevOps em minha empresa?

Por fim, chegou o momento de colocar em prática os conceitos que apresentamos nos tópicos anteriores!

Em primeiro lugar, é preciso elaborar um planejamento estruturado que englobe os objetivos da empresa e uma visão macro do mercado no qual ela está inserida. Dessa forma, é possível identificar as reais necessidades do negócio e, assim, encontrar as soluções mais indicadas para a implantação das práticas DevOps.

Outro ponto muito importante é buscar o suporte de profissionais especializados em consultoria e governança de TI para instituir a cultura DevOps de acordo com o perfil da sua empresa.

Assim, a companhia terá a assessoria necessária para elaborar uma infraestrutura adequada que colabore com o processo de integração entre as áreas de operações e desenvolvimento, atingindo os resultados esperados.

Além disso, é primordial destacar a importância de investir na capacitação dos funcionários para que se adaptem às mudanças e possam crescer junto com a empresa, contribuindo para o bom andamento dos processos e garantindo o sucesso dos projetos antes, durante e após esse processo de transição.

Se você gostou deste post, quer saber mais sobre as práticas DevOps e gostaria de adquirir novos conhecimentos relevantes sobre o assunto, aproveite para conhecer os nossos cursos e certificações. Acesse o nosso site e confira!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *